Revista Mentores - Projeto Jovem Empresário

Excelência
Profissional

Com sedes em Curitiba (PR), Joinville (SC) e Ponta Grossa (PR), o Centro Europeu é hoje uma das instituições de ensino mais respeitadas e copiadas do mundo.

Em agosto de 1991, os empresários Carlos Sandrini e José Ost, motivados pelo intenso processo de informatização e globalização do mercado de trabalho na época, tiraram um sonho do papel e fundaram o Centro Europeu, escola de profissões com foco na economia criativa e hospitalidade. Com sede em Curitiba, a instituição, que no mês de agosto completou 26 anos, se transformou em uma referência nacional ao oferecer formação profissional por meio de cursos modernos, práticos e muitos deles inéditos no país.

Apostando em atividades voltadas para áreas em franca expansão, a escola iniciou o seu trabalho com os cursos de Publicidade, Design de Moda, Turismo e Hotelaria, além dos cursos de idiomas. Desde então, a instituição passou a capacitar seus alunos nos moldes dos mais avançados centros de ensino da Europa. A agilidade em aplicar novos métodos de ensino e tecnologias unidas com uma infraestrutura diferenciada fez com que o Centro Europeu se posicionasse à frente das demais instituições de ensino. "Com o forte processo de informatização desencadeado a partir do início da década de 1990, o mercado profissional passou por uma mudança radical. Nossa experiência acadêmica com instituições europeias nos fazia sonhar em implantar uma escola com aqueles padrões de qualidade e com a filosofia de oferecer cursos com até um ano de duração, de altíssima qualidade e totalmente focados no mercado de trabalho. A ideia era oferecer cursos melhores e mais rápidos que os das faculdades, para as profissões que não exigissem o diploma universitário para serem exercidas", conta Carlos Sandrini, presidente do Centro Europeu.

Poucos anos após a sua fundação, o Centro Europeu, então pioneiro em cursos voltados à economia criativa já oferecia formação também em outras áreas, como Cinema, Fotografia, Web Design, Design em 3D, Marketing, E-Commerce e Música Eletrônica. "Desde o início do nosso projeto, focamos em um ensino de alta performance. Nossos alunos buscam no Centro Europeu um aprendizado mais aprofundado e prático, que valoriza qualidades como empreendedorismo, talento e potencial inovador. Nas áreas em que atuamos, oferecemos o melhor ensino, com professores que são referência no mercado de trabalho. Procuramos sempre nos antecipar às tendências e possuímos uma agilidade que um curso universitário não consegue acompanhar. O nível de exigência do mercado curitibano e o padrão de qualidade das empresas paranaenses são excelentes laboratórios e ajudaram a alavancar as nossas atividades", detalha José Ost, diretor geral da escola.

Em meados da década de 1990, a escola diversificou ainda mais e passou a trabalhar, também, com cursos voltados para a área da gastronomia, que deram reconhecimento internacional ao Centro Europeu e que contribuíram diretamente para a profissionalização de um setor que estava estagnado no Brasil. "Quantos bons restaurantes existiam no país há 20 anos fora do eixo Rio-São Paulo? Qual deles, por exemplo, tinha um Sommelier? Hoje, além da profissão em alta, há, em todo o mundo, a valorização da gastronomia como identidade cultural e atividade econômica cada vez mais rentável, diversificada e atraente. Isso veio para ficar, e nós tivemos essa sensibilidade para abrir as portas desse novo universo. Na cozinha você pode ser o artista e, literalmente, as pessoas vão degustar sua arte. Há um grande mercado disposto a pagar pela sua arte e pela sua expertise. Por isso, apostamos e tivemos muito sucesso na capacitação de profissionais para esse segmento, formando, por exemplo, muitos dos principais chefs de cozinha do Brasil", detalha Carlos Sandrini.

Atualmente, o Centro Europeu disponibiliza, para o segmento da gastronomia, os cursos de Chef de Cuisine – Restaurateur, Cozinha Molecular, Cuisine Santé, Cake Design, Chef Gourmet, Sommelier e Pâtisserie & Boulangerie. A maioria dos cursos têm a chancela de grandes instituições internacionais, entre elas a Culinay Arts Academy, do Swiss Education Group, e atraem alunos de todas as partes do país. Para atingir níveis máximos de excelência, o Centro Europeu conta com um quadro de professores formado por dezenas de grandes nomes da gastronomia nacional e europeia, e oferece uma sede gourmet exclusiva, com cozinhas didáticas equipadas com equipamentos de última geração.

Agora, com um olhar no futuro e atuação no presente, o Centro Europeu passou a explorar as novas tecnologias nos cursos de Criação de Aplicativos, Criação de Jogos Digitais, Marketing de Conteúdo e o novíssimo Piloto de Drone. A instituição conta com nove unidades nos estados do Paraná (Curitiba e Ponta Grossa) e Santa Catarina (Joinville), entre elas o Hotel Escola Centro Europeu Tourist, na capital paranaense. Os mais de 200 cursos do seu portfólio estão setorizados em Escola de Profissões; Núcleo de Aperfeiçoamento Profissional; Academia de Odontologia Estética; Escola de Idiomas; Academia de Direito; e UniStart, uma aceleradora que ajuda empresas com negócios inovadores e escaláveis a crescerem mais rápido, no menor tempo, e com o maior lucro possível.

As metodologias aplicadas pelo Centro Europeu vão além de repassar conteúdo aos alunos. "Na instituição, os professores são verdadeiros mentores e a sala de aula é um grande cenário de experiências com lugar para debates, novas ideias, conquistas e realizações. As sedes do Centro Europeu são diversificadas, onde se respira inovação, são locais estimulantes para o aprendizado, realização do sonho profissional e de um rico networking", completa Sandrini.

ga le ria

Matéria anterior Próxima matéria